19/11 dia da Bandeira

por sjr publicado 19/11/2015 10h35, última modificação 19/11/2015 10h35

Ordem e Progresso, estandarte positivista, é como disse o grande autor de “Os Sertões”, uma síntese perfeita do que existe de melhor na arte de administrar. Especialmente numa Nação bela e pujante como a nossa!

E a bandeira brasileira, o belíssimo pavilhão nacional, reflete um momento histórico sem igual, onde deixamos de ser monarquia e nos tornamos uma república democrática, para cuja construção tantos heróis deram o seu sangue, com o magistral exemplo de Tiradentes, nosso patrono cívico.

A Bandeira do Brasil, foi criada através do Decreto nº 4 de 19 de novembro de 1889, por iniciativa do Prof. Tenente Coronel Benjamin Constant. O pavilhão nacional, junto com o selo, o brasão e as armas, compõe a simbologia que representa a nossa Pátria, no concerto das nações do mundo, com destaque para aquelas inseridas, como a nossa, no contexto do mundo livre.

O tremular das nossas bandeiras, que nos enche de orgulho, inspira-nos o sentimento de civismo, de amor à terra onde nascemos, tão rica e diversificada, plural em todos os sentidos, cujas manifestações culturais, fazem do nosso país um celeiro multicor de valores singulares no mundo.

As florestas imersas no verde da sua bandeira, o ouro simbolizando a enorme riqueza mineral no amarelo e o azul da abóbada celeste, robustecem o grande amor que o pavilhão representa e que simboliza a vastidão do seu território.

Na praça dos Três Poderes em Brasília encontra-se hasteada a maior bandeira do mundo: a bandeira brasileira, em cada mês trocada por um governo de Estado no país!

Findamos esta mensagem relembrando os versos da canção Fibra de Herói, que diz:

“...bandeira do Brasil, ninguém te manchará, seu povo varonil, isto não consentirá.

Bandeira idolatrada, altiva a tremular onde a liberdade é mais uma estrela a brilhar”.

Salve oh! lindo pendão da esperança!

 

 

Alfredo Braga de Castro – CEL PM

Comandante-Geral

error while rendering plone.comments